Visitantes da tia Val

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Simplesmente Dinah


Dinah acabara de sair de um estressante dia de trabalho. Seu chefe não lhe dera uma trégua durante o dia e ela estava prestes a explodir a qualquer momento. Quando percebeu que o homem sentado ao seu lado no ônibus a olhava disfarçadamente, sentiu que a viagem não terminaria bem. De fato, a viagem foi interrompida de forma brusca, com um acidente de trânsito logo à frente.
- Não acredito, hoje não é mesmo o meu dia. - Comentou Dinah para si mesma, à beira de uma crise de nervos, se é que podemos exagerar um pouco.
- Não fale assim, morena. Deus pode estar te dando um livramento.
A voz do homem ao seu lado fez Dinah prender a respiração por um segundo.
- O quê?
- Imagine se o acidente tivesse ocorrido com esse ônibus e algum de nós se machucasse?
Dinah ficou quieta, não encontrou palavras para responder, mas por algum motivo sentiu uma tranquilidade no coração que há tempos não sentia. Continuou olhando aquele homem nos olhos, esperando que ele dissesse mais alguma coisa. Como ele não disse, ela simplesmente balançou a cabeça afirmativamente de forma lenta e virou-se para olhar o lado de fora pela janela.
Passou-se alguns segundos e ela ouviu novamente a voz do homem:
- Meu nome é Renato.
Dinah repetiu o gesto de balançar a cabeça, dessa vez com mais firmeza, mas sem olhá-lo diretamente. Como ela não disse nada, ele continuou:
- Eu vou me mudar para esta cidade na semana que vem, consegui uma excelente vaga de emprego e vim conhecer a cidade, procurar um lugar para morar... preparar as coisas, entende?
Dinah não estava para conversas, mas percebeu que não se livraria do papo daquele homem tão cedo, já que o trânsito estava totalmente parado. Virou-se então para Renato e sorriu:
- Desculpe o meu mau humor, você me disse seu nome e eu nem me apresentei. Dinah, muito prazer.
O trânsito demorou cerca de quarenta minutos para ser liberado. Nesse meio tempo, Dinah e Renato conversaram sobre várias coisas, descobriram que tinham muito em comum e trocaram números de telefone. Antes de Renato descer, Dinah segurou sua mão e falou com os olhos penetrando sua alma:
- Obrigada por puxar conversa comigo, você não sabe o bem que me fez.
- Imagina... todos nós às vezes temos momentos difíceis e precisamos de alguém para conversar.

Dinah se sentia leve. E intrigada. Chegou em casa e abriu sua bíblia, lendo Provérbios 16, que dizia: "O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do Senhor". E antes de  orar, lembrou -se de Renato e do que ele lhe disse sobre livramento de Deus. Dinah percebeu que nem sempre a vontade de Deus é de fácil entendimento. O plano de seu coração era chegar logo em casa. Estava cansada, nervosa, e talvez sem perceber, acabaria descontando seu mau dia em pessoas que não mereciam. Mas quis o Senhor que um acidente ocorresse no caminho e que ela conhecesse Renato, um servo de Deus que lhe traria uma palavra de alívio e ainda a distrairia dos problemas.

- Meu Deus, muito obrigada pelo livramento que me deu hoje, e principalmente pelas palavras do Renato. Eu nunca tinha visto aquele homem, mas o Senhor o usou para acalmar meu coração de todo o estresse no trabalho e no dia-a-dia. Acompanha ele na sua viagem, guarde sua vida de todo mal, e abençoe a vida que ele vai levar aqui nesta cidade, meu Deus.

 Dinah dormiu como um anjo e com os anjos. Seu final de semana foi maravilhoso e abençoado na presença de Deus, com seus amigos e irmãos em Cristo.

Continua... eu acho.





8 comentários:

  1. Lindo, é incrível como Deus se faz presente em nossa vida em todos os momentos, sempre nos surpreendendo, nós, que demoramos tanto a compreender seus sinais e promessas ! Belo texto, estou te seguindo, adoraria ter você por lá também. www.spiderwebs.tk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e pelo comentário, Sabrina.
      Seja bem vinda, também já estou te seguindo. Bjus.

      Excluir
  2. Senti algo semelhante ao antigo seriado Joan of Arcadia, conhece?
    Sou fanático por seriados.
    Se continuar, continuarei acompanhando, é bom quando pegamos uma história de início, quando já está muito avançada é complicado de acompanhar.
    Estou seguindo.

    http://escritoslisergicos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto de seriados, mas não... este eu não conheço ainda.
      Legal que vc gostou, vou continuar sim. E vou te visitar também. Obrigada pela visita e pelo comentário.

      Excluir
  3. E por favor, retire a verificação de palavras.

    ResponderExcluir
  4. Joan of Arcadia é um seriado onde uma garota conversa diretamente com Deus e em cada episódio, nos leva a alguma reflexão do que poderia ser o certo ou o errado, sobre decisões que tomamos na vida. Deus se apresenta a ela sempre como uma pessoa diferente.
    Faça o download, eu acredito que irá gostar.
    Bom dia. :)

    ResponderExcluir
  5. Muito bom conto, a mensagem foi ótima. Hoje há muitas pessoas estressadas com o seu dia a dia e se parassem apenas um minuto veriam que os motivos para sorrir são bem maiores do que os motivos para se irritar.

    Que bom que gostou da minha história, tem mais 4 séries que eu escrevo semanalmente, voce disse que ficou curiosa com o começo, entao vo te passar o link com todos os capitulos ja postados. Espero que goste.

    http://rickyoz.blogspot.com/2011/11/onde-tudo-comecou.html

    Bjuss

    ResponderExcluir

Que bom que você leu o post até o final, sinal de que não era tão chato assim, neh? Seu comentário é muito importante para mim, não saia sem deixar um Oi, para eu saber quem veio me visitar. Sempre que posso, retribuo as visitas. Bjokas da Val!

Ocorreu um erro neste gadget

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...