Visitantes da tia Val

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Homens respeitadores e mulheres... nem tanto


Pois eh, pra mim não vai ser nada fácil dizer isso sobre a minha própria classe, mas na minha atual conjuntura o fato é exatamente este: Os homens são mais respeitadores do que as mulheres. 

É claro que não posso generalizar, por isso falo sobre minha situação (Hum, falar sobre "minha" situação, "minha" vida particular, intimidade... talvez esse post fosse mais apropriado no Senhorita de Paulla, mas depois decido onde vou publicar, continuando...).

Vamos lá, por onde começo? Bem, estou namorando há cerca de dois anos. E eu sou uma mulher não apenas comprometida, mas também compromissada, eu levo essas coisas de relacionamento bastante a sério. De modo que, quando um cara chega em mim querendo algo além de amizade, eu já corto. Essa cortada pode variar, tem homem que aceita o não numa boa e tem aqueles que pedem um maior radicalismo.

Exemplos? Pois bem, tenho amigos que considero muito e que odiaria perder a amizade, mas que já me cantaram. A maioria deles continua no meu face e batemos um papo leve, saudável e divertido sempre que dá, um outro tomou um block na cara, porque não sabe ouvir um não, essa foi a exceção.

E por que resolvi comparar homens e mulheres nessa questão de respeito? Acontece que, assim como eu, meu namorado andou recebendo cantadas descaradas de mulheres que apelidei de desesperadas. A diferença que percebi foi essa: Quando a mulher se dá o respeito de verdade (ainda existe essa expressão?), o homem a respeita. Como eu disse, a maioria das cantadas que recebi foram resolvidas com uma simples informação: Eu sou comprometida. Informação essa passada com segurança, sem nhem nhem nhem nem charminho. Pra mim isso é não apenas respeitar o parceiro, mas respeitar a si mesma. E é assim que eu sou. E os homens têm respeitado isso.

Infelizmente, com as mulheres não vi isso acontecendo. Parece que quando o homem fala que é comprometido o fogo aumenta. Como eu disse lá no começo, está sendo muito ruim para mim escrever isso sobre minha própria classe, mas realmente é muito difícil conviver com mulher, bicho competitivo, invejoso e sem noção de companheirismo. Querem conquistar o que é da outra.

Assim como não generalizei os homens, também não vou generalizar aqui. Existem exceções e agradeço a Deus por ser uma delas. Podem me chamar de antiquada, de machista ou o que for, mas o fato é que eu nunca convidei meu namorado pra sair quando estávamos nos conhecendo, sempre foi ele quem tomou a iniciativa até me conquistar, por mais que eu já estivesse interessada (Depois que começamos a namorar é outra história, neh, se precisar eu intimo o meliante pra sair).

Mas a mulherada tá muito em cima, não esperam ser conquistadas, querem pegar o primeiro que passar pela frente, mesmo que já tenha compromisso. Infelizmente, o pensamento é o seguinte: Ah, ele pode separar! (Hoje em dia está tão fácil, neh?)

Confesso que tenho mais amizade com homens do que com mulheres, talvez porque eu não seja muito mulherzinha em termos de futilidade, o que acaba me afastando delas e me aproximando deles. E, a menos que todos os meus amigos estejam fingindo para mim, a conclusão que eu chego é que eles são mais respeitadores... quando a mulher se impõe, como já disse. As mulheres, nem tanto. Acham que não custa tentar.

Sei que este post pode gerar algumas polêmicas, e vou respeitar a opinião de cada um que quiser comentar. Sei também que existem mulheres e mulheres, assim como existem homens e homens (ou moleques, mas meu post fala de homens de verdade), mas essa é a minha experiência, que não tem sido muito boa com relação a mulheres, principalmente as que se dizem maduras e quem têm mais idade do que eu. Podem até ser mais velhas, mas as atitudes... nem quando eu tinha quinze anos fazia isso.

Bem, vou encerrando o post com a imagem que me inspirou a escrevê-lo, até que é engraçado, rsrsrss... e acho que todos entenderão. Bjokas da Val e até a próxima.





5 comentários:

  1. rssssssssss...Adorei a imagem e tua indignação é justa! JUSTÍSSIMA!!rs beijos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo apoio, Chica! E a imagem foi realmente divertida, ri bastante quando vi no face. Sempre bom te ver por aqui!

      Bjokas e até a próxima!

      Excluir
  2. hahahahaha adorei a imagem. De fato, tem muita mulher desesperada por aí. Mas o que vejo
    na verdade vai além da carência. Há mulheres que pensam que se o cara é fiel com a outra poderá ser fiel a ela tb se ela o conquistar. O problema é qeu a pessoa não é file somente por caráter, há quem seja fiel somente quando está muuuuito apaixonado, e pode ser q ele não fique apaixonado pela "ladra de namorados" e venha a lhe colocar um belo par de chifres caso acabem ficando juntos. Há também o tipo de mulher que gosta de ver o sofrimento da namorada traída. Quer dizer, é uma questão de mostrar o quanto é melhor que a outra. Agora, realmente não acho que em geral os homens sejam mais educados e respeitadores que as mulheres, Normalmente pro cara entender que não tô afim eu tenho que dar um não bem gritado e espezinhar um bocado o cidadão. Mas isso é experiência pessoal tb. Por ultimo, infelizmente, a gente não pode tomar a atitude de chamar o cara enquanto a coisa não é séria. Infelizmente eles perdem o interesse qdo a coisa fica mt fácil. vai entender?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, menina, vc captou exatamente os pontos que eu queria no texto. É como eu disse, mulher é bicho competitivo e invejoso, essas que eu tenho lidado são assim, só querem conquistar meu namorado porque ele é meu, de repente se estivesse solto não chamaria tanta atenção.
      E quanto aos nossos admiradores... graças a Deus tenho tido sorte com os meus, rsrsrsrss são gentis, educados e o mais importante: Respeitadores. Mas também... ao primeiro sinal de desrespeito eu faço igual a vc: Grito o Não e espezinho o malfeitor.
      Por último, eu até prefiro ser conquistada do que fazer qualquer esforço para conquistar, como tenho visto a mulherada fazendo. É bom saber que o cara está a fim de mim só pelo que sou e não pelo que faço por ele. Mesmo se não fosse o caso de os homens perderem o interesse quando a coisa está fácil, eu não chamaria um homem pra sair, não combina comigo.
      Gostei muito do teu comentário, Alê! É muito bom receber a visita de pessoas tão queridas. A Big Kiss e até a próxima!

      Excluir
  3. Oi Valquíria! Como está?
    Seu post é uma verdadeira tese sobre o comportamento das mulheres na atualidade. Tenho observado e discutido isso com meus amigos e chegamos à conclusão que muitas mulheres não se fazem respeitar, têm atitudes que ficam a desejar e direcionam os desejos masculinos para apenas uma finalidade. As "desesperadas", como bem chamou, são as piores e acabamos fugindo delas porque é problema na certa, o que acirra ainda mais suas ações. Nós homens sabemos diferenciar umas das outras, mas são elas que escolhem em que lado querem estar: ser respeitadas ou não se dar o devido respeito. Depois, não reclamem, não é?
    Um grande abraço e parabéns pelo texto brilhante.

    ResponderExcluir

Que bom que você leu o post até o final, sinal de que não era tão chato assim, neh? Seu comentário é muito importante para mim, não saia sem deixar um Oi, para eu saber quem veio me visitar. Sempre que posso, retribuo as visitas. Bjokas da Val!

Ocorreu um erro neste gadget

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...