Visitantes da tia Val

sábado, 30 de maio de 2015

5 pequenas vantagens em ser Balzaquiana


Ei, timores! Será que um sábado à noite em casa é um bom momento para blogar? Será que não bate aquela depressãozinha por não estar fazendo alguma coisa de jovem por aí? Quanto a mim, a resposta é Nããão!!! A pessoa já é madura o suficiente para assumir sem problemas que está em casa em pleno sábado à noite.

Pois eh, timores... Essa é uma das vantagens de ser uma balzaquiana, e querem saber? Este post vai trazer uma pequena lista das vantagens de ser uma mulher de 30 e poucos. Ficaram curiosos? Bora lá, então!


 Vantagens de ser uma Balzaquiana

1) A Sensualidade – A mulher balzaquiana sabe a diferença entre o sensual e o vulgar. E isso ela aprendeu com o tempo, com a experiência de vida. Ela sabe usar um vestido curto sem parecer uma periguete e atrai olhares admirados ao invés de cantadas machistas.

2) Saber falar não – Isso tem tudo a ver com a segurança que a maturidade traz. A mulher de 30 sabe o que quer, e principalmente o que não quer. E ela não tem problema nenhum em dizer não a qualquer coisa que lhe desagrade, só porque alguém pode se sentir “ofendidinho”.

3) Confiança no próprio taco – Não pense que uma menininha de dezoito anos vai deixar a balzaquiana insegura. A gente confia no próprio taco e sabe que, se o cara quiser nos trocar por uma garotinha, é porque ainda não tem maturidade o suficiente para ter uma balzaquiana ao seu lado. Um dia ele aprende, mas enquanto isso... A mulher de 30 vai agradecer o favor de ter saído de sua vida.

4) Sexo de qualidade – Dizem que o sexo com uma mulher de 30 é uma ótima experiência e acredito que tenha a ver com o fato de ela ser bem resolvida e saber o que quer. Ela não faz nada sob pressão, só para agradar o parceiro se aquilo não lhe trouxer prazer. Ela conhece o próprio corpo. Ela se entrega por completo. E que homem de verdade não gosta de ver uma mulher tendo orgasmos múltiplos, neh?

5) Descobrir o prazer das pequenas coisas da vida – Assistir um filme ao lado do seu filho e deixar ele explicar as cenas... Sentar ao redor de uma mesa com as amigas e rir até doer a barriga... Tomar uma cerveja na beira da praia olhando o pôr-do-sol... Quem precisa de grandes acontecimentos na vida para ser feliz? Eu precisava, até aprender este pequeno detalhe que a maturidade nos ensina.

Ahh, gente... Eu bem queria ficar aqui falando, falando, falando... Que a mulher madura só se importa com a opinião de quem é realmente importante para ela, que é mais seletiva em suas escolhas, menos cheia de mimimi, que é mais sincera, mais sábia, mais difícil de ser enganada, enfim... Acredito que o grande segredo da balzaquiana é a segurança que o tempo traz com suas experiências. Eu me orgulho em poder escrever este texto hoje para vocês, lembrando de como era meu pensamento antes dos 30, quantas paranoias, quantas coisas poderiam ter sido evitadas se eu tivesse a sabedoria que tenho hoje.

E vocês, timores... O que acharam do texto? Foi muito pretensioso? Eh, eu sei que me acho rsrsrsrs... O que posso dizer é que não vejo a hora de fazer 40 e mostrar o quanto mais vou ter aprendido até lá.

E por hoje é só, meu povo! Um milhão de bjokas da Val e até a próxima com o resumo final do Projeto Uma foto por dia no Facebook. 

5 comentários:

  1. Muito legal teu post e imagina as mudanças de uma sessentona como eu,rs... bjs, lindo domingo, tuuuuuuuuuuuuuudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica, minha amiga... Vc é inspiração para qualquer balzaquiana, viu? Bjokas e tuuuuuuuuuuudo de bom pra vc tbm!

      Excluir
  2. Para uma mulher dizer que não vê a hora de fazer 40, pelo fato do prazer de aprender cada dia mais... Olha... Você esta deveras bem resolvida xD então resta me desejar que continues assim. Tenho uma paixão platónica por pessoas que adoram aprender, assim como eu. Gostei do post e vou acompanhar o/

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Val!
    Ahhh se eu tivesse internet em casa... com certeza seria uma das coisas para fazer no sábado à noite. Sempre fui de trocar as saídas pela casa rsrs e nunca me assustou a opinião alheia.
    Com certeza, a idade nos faz mais experientes e nos deixa mais em paz em muitas questões e isso, não tem preço. Seria legal ter os pensamentos de hoje numa época mais cedo, mas se assim fosse, como amadureceríamos?

    Obrigada pelo carinho e o desejo de melhoras.
    Que sua semana seja maravilhosa.
    Abração esmagador.

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia esse termo balzaquiana, hahahha... Foi bom pra saber. E tudo que você falou é verdade mesmo. Algumas mulheres são como o vinho, melhoram com o tempo.

    Beijos

    ResponderExcluir

Que bom que você leu o post até o final, sinal de que não era tão chato assim, neh? Seu comentário é muito importante para mim, não saia sem deixar um Oi, para eu saber quem veio me visitar. Sempre que posso, retribuo as visitas. Bjokas da Val!

Ocorreu um erro neste gadget

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...